ASSIM CAMINHA A PSICANÁLISE.
INDAGAÇÕES DO SÉCULO XXI

PROGRAMAÇÃO

16/11/2017 (quinta-feira)


08:30 - Credenciamento e entrega de materiais no local do evento
              Rua Theodomiro Baptista, 422 - Rio Vermelho, BA, 41940-320 .

09:00 – Conferência:

O fascismo... em nós. Do mito da Torre de Babel à psicanálise.

Paolo Lollo (FR)

Coordenação: Paulo Roberto Ceccarelli

10:15 – Coffee-break

10:30 – Painel Temático:

Agressividade, violência, terror e terrorismo.

Raízes da violência no Brasil: impasses e possibilidades.
Eliana Rodrigues Pereira Mendes (MG)

Violência e terror nas redes sociais: considerações sobre cultura, desamparo e narcisismo.
Elizabeth Samuel Levy (CPPA)

Jovens em tempos de cólera: descaminhos do afeto.
Juliana Marques Caldeira Borges (CPMG)

Coordenação: Cleo José Mallmann (CPRS)

12:30 - Almoço

14:00 – Abertura oficial do evento

Comunicação da coordenadora da Faculdade Rui Barbosa
Palavra do Presidente do CBP, Anchyses Jobim Lopes (CBP-RJ)
Palavra da Presidente do CPB, Cibele P. Barbieri (CPB)

Homenagens.
Gildete Lino de Carvalho (CPB)

Palestra de abertura:

Assim caminhou a humanidade. A cultura da imagem na contramão da subjetividade.

Mª Mazzarello Cotta Ribeiro (CPMG)

15:00 - Apresentação: Os Insênicos e Bando Flores da Massa

16:00 – Painel temático:

Desafios atuais da clínica psicanalítica.

Esconderijos e medos.
Maria Beatriz Jacques Ramos (CPRS)

Liberdade absoluta, individualismo e loucura moderna.
Martin Mezza (CPB)

O futuro da clínica psicanalítica no mundo das coisas.
Ricardo Azevedo Barreto (CPS)

Coordenação: Stetina de Meneses Dacorso (CBP-RJ)

18:00 – Coffee break

18:15 – Conferência:

A Psicanálise como Crítica do Contemporâneo.

Chrystian Dunker (SP)

Coordenação: Martin Mezza

20:15 - Término das Atividades

17/11/2017 (sexta-feira)


8:30 – Comunicações Simultâneas

SALA A
Lou Andreas Salomé: o que você tem a nos dizer?
Stetina Trani de Meneses Dacorso

Psicanálise: uma abordagem conceitual e evolucionista da teoria freudiana. 
Renata Franco Leite, Fernanda Nunes Macedo e Sara Bezerra

Empatia psicanalítica: possibilidades e dificuldades.
Francisco de Assis Duque

Coordenação: Mª Beatriz Jacques Ramos (CPRS)

SALA B
Pierre Rivière e o kakon nosso de cada dia.
Sônia Leão Henriques

Psicopatia, violência e crueldade: agressores sexuais sádicos e sistemáticos.
Maria das Mercês Maia Muribeca

Violência Doméstica: bate-se numa criança.
Vanessa Campos Santoro

Coordenação: Mª Thereza Velloso (CPB)

AUDITÓRIO
Uma perspectiva psicanalítica sobre a transitoriedade: o cuidar no final da vida.
Ana Carolina Peck Vasconcelos

Reflexões sobre o envelhecer: A escuta psicanalítica num serviço de pesquisa com idosos.
Waleska Farenzena Fochesatto

Clínica psicanalítica com idosos e suas especificidades.
José Mauricio da Silva

Coordenação: Juliana Caldeira Borges( CPMG)

10:00 – Coffee Break

10:15 - Comunicações simultâneas

SALA A
Tornar-se analista: os impasses da formação no exercício da prática psicanalítica.
Bruno dos Santos Oliveira

Plantão psicológico e a escuta da urgência: uma possibilidade para a psicanálise em extensão.
Samantha Moraes Cabral Lobato e Elizabeth Samuel Levy

O adoecimento humano e sua interface com a psicossomática.
Ana Cristina de Araújo Vianna

Coordenação: Maria Mazzarello Cotta Ribeiro (CPMG)

SALA B
A tragédia de cada dia, falando do não.
Anna Amélia de Faria

Considerações psicanalíticas sobre preconceito racial: um estudo de caso.
Robenilson Barreto e Paulo Roberto Ceccarelli

É preciso ter raça... sempre?
Alba Riva Almeida

Coordenação: Ajurimar Borges de Barros Sanches (CPB)

AUDITÓRIO
Considerações iniciais sobre a melancolia.
Gabriela Lazarini

Luto e melancolia: travessias clínicas.
Luciana Knijnik

Lidando com o luto: atuação, humor, sublimação.
Anna Barbara de Freitas Carneiro

Coordenação : Mª Lúcia Mello (CPB)

12:00 – Almoço

14:00 - Comunicações Simultâneas

SALA A
A escuta e prática clínica com crianças.
Isabella Rosa de Oliveira

O brincar, ainda?
Gildete Lino de Carvalho

Desafios da Clínica da Adoção: Devolução de Crianças.
Sheila Speck

Pais & Filhos: Construindo Lugares.
Euremilter Maria Mombach

Coordenação: Anabela Queiroz (CPB)

SALA B
Adolescência: uma vivência nem sempre fácil.
Luís Antônio Franckowiak Pokorski

O Menino que PIA: Fragmentos de uma experiência com a Medida Socioeducativa.
Daiane Ribeiro

Impacto psíquico da fragilidade de laços afetivos e vínculos familiares entre crianças e adolescente acolhidos na modalidade de abrigo.
Fernanda Nunes Macedo, Renata Franco Leite e Sara Bezerra

A família em trans(ição): atendimento no plantão psicológico em clinica escola.
Lucas Dourado Leão, Samantha Moraes Cabral Lobato e Elizabeth Samuel Levy

Coordenação: Gabriela Lazarini

AUDITÓRIO
Psicanálise: uma relação dialética entre o individual e o social?
Magda Maria Colao e Janes Teresinha Fraga Siqueira

O totem da deusa razão e o tabu do imperativo categórico: reflexões sobre ética e Psicanálise na modernidade e pós-modernidade.
Michell Alves Ferreira de Mello

Trabalho, mestre capitalista e psicanálise.
Alice Moreira-Pellet e Otacílio José Ribeiro

Joyce por Lacan: aproximações a partir do objeto a.
Wânia Suely Santos da Silva

Coordenação: Anchyses Jobim Lopes

16:00 – Coffee Break

16:15 – Painel Temático:

Política, psicanálise e biopolítica.

Herança arcaica e política no Brasil
Arlindo Carlos Pimenta (CPMG)

O que a psicanálise tem a dizer sobre política?
Cibele Prado Barbieri (CPB)

A psicanálise e o mal-estar na contemporaneidade.
José Antônio Pereira da Silva (Campo Psicanalítico, BA)

Coordenação: Vanessa Campos Santoro (CPMG)

18:30 - Conferência:

A Situação da Psicanálise e a Formação do Psicanalista em 2017.

Ricardo Goldenberg (SP)

Coordenação: Cibele Prado Barbieri

20: 30 – Término das Atividades

21h 30m – Jantar por Adesão



18/11/2017 (sábado)


8:30 - MINI CURSO:

O real, o corpo e o gozo: três pedras nos sapatos dos lacanianos. 

Ricardo Goldenberg (SP)  

12:00 – Almoço

14:00 – Comunicações simultâneas

SALA A
Eu não brinco, tu não brincas, ela brinca – a função do brincar na constituição do sujeito.
Mariluce Silva Almeida Machado

Winnicott e a mãe suficientemente boa.
Paulo Emanuel Machado

Psicanálise: quando o falar é um obstáculo.
Maria Melania Wagner Franckowiak Pokorski

Coordenação: Gildete Lino de Carvalho (CPB)

SALA B
O tempo em análise: uma questão de tempo?
Sara Bezerra Costa Andrade, Fernanda Nunes Macedo e Renata Franco Leite

O lugar do sintoma no sofrimento psíquico: o que esconde e o que revela.
Noeli Reck Maggi

Sobre a flexibilidade da escuta na clínica psicanalítica.
Andreza G. de Carvalho

Coordenação: Cleo José Mallmann (CPRS)

AUDITÓRIO
Corpo negro e pornografia: A fantasia do negro pauzudo.
Paulo Esber Barros e Robenilson Barreto

Feminilidade e Maternidade na atualidade.
Priscilla Ribeiro

Homens (im)potentes sexualmente. Uma leitura psicanalítica.
Luan Sampaio Silva e Paulo Roberto Ceccarelli

Coordenação: Albenor Fonseca (CPB)

15:30 – Coffee Break

15:45 - Painel Temático:

Sexualidade, Gênero e Identidade.

Transexualidades. Desafio á psicanálise no século XXI.
Anchyses Jobim Lopes (CBP-RJ)

Se fazer Homem e se fazer Mulher.
Aurélio Souza (Espaço Moebius,BA)

Psicanálise, sexo e gênero.
Paulo Roberto Ceccarelli (CPMG)

Coordenação: Mª Mazzarello Cotta Ribeiro ( CPMG)

17:45 – Encerramento– Anchyses Jobim Lopes. Presidente do CBP.



Apoios: